O assassino USB não se limita a computadores, o dispositivo pode incapacitar quase qualquer equipamento com uma interface host USB.

O Criador

  • Dark Purple (Pesquisador de Segurança)
  • Nacionalidade: Russo

O autor do dispositivo revelou que a versão mais recente do seu dispositivo, o USB KILLER (v2), pode “fritar” um computador dentro de segundos depois de ser inserido em uma porta USB.

O Assassino

O “Assassino USB” possui o dobro da potência de seu antecessor original (USB Killer v1), o dispositivo permite “fritar” qualquer dispositivo como celulares, roteadores, modems, TV’s, etc.

Dark Purple informou que os danos causados ​​pelo dispositivo até agora limita-se à placa-mãe.

O dispositivo mortal obtém energia do próprio dispositivo hospedeiro, com um conversor de tensão, os capacitores são carregados até 220 V, quando essa potência é alcançada, o conversor é desligado e a energia é descarregada na porta USB.

Após a descarga de energia do capacitor, o ciclo se repete, até destruir a placa-mãe.


Veja o vídeo de demonstração:

https://www.youtube.com/watch?v=_TidRpVWXBE


No exemplo documentado por Dark Purple (vídeo acima), o laptop é incapacitado após receber a carga de 220V. O Notebook utilizado no video foi comprado exclusivamente para o teste.

O pesquisador informou que apesar da explosão elétrica, é pouco provável que o disco rígido e as informações sobre ele tenham sido afetadas.

No início deste ano, Dark Purple explicou que a ideia foi inspirada por uma história de um homem que roubou um drive USB da mochila de alguém.

Após esta postagem, é provável que você fique com um pé atrás ao pedir um pendrive emprestado ou até mesmo pense duas vezes antes de conectar um pendrive que você encontrou na sua faculdade.

Comments